Assoreamento avança no Lago Aratimbó e não há previsão para iniciar dragagem

Assoreamento avança no Lago Aratimbó e não há previsão para iniciar dragagem

O trabalho de dragagem do Lago Aratimbó, que deveria ser iniciado em maio, segue sem previsão de começar. Enquanto isso, o cartão postal de Umuarama agoniza em meio a terra e sujeira.

Apenas alguns filetes de água teimam em passar pelo amplo campo de terra e mato que se formou e chegar até o espelho d’água, que foi drasticamente reduzido devido à ação do constante assoreamento.

A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Umuarama informou no início do mês de maio que uma licitação tinha acontecido (na modalidade pregão presencial) para contratação de 500 horas máquinas de escavadeira hidráulica, a serem utilizadas conforme necessidades da Secretaria Municipal de Obras.

A prioridade era o desassoreamento e limpeza do Lago Aratimbó e o trabalho deveria ser iniciado naqueles dias, porém, ainda não há previsão para começar o desassoreamento.

Enquanto isso, os visitantes se deparam dia após dia com um cenário desolador e aguardam que medidas sejam tomadas. “Aqui sempre foi muito bonito, um lugar bacana de trazer a família, mas dá até dó de ver tanta terra onde antes havia água. Espero que alguém dê um jeito logo nisso”, disse a manicure Laura Souza, que visitava o Lago Aratimbó com sua filha nesta semana.

 

Deixe seu Comentário