Estudante internada com suspeita de meningite morre em Umuarama

Estudante internada com suspeita de meningite morre em Umuarama

Umuarama – É grande a comoção em torno da morte da jovem Cassiana Joaquim de Oliveira, de 13 anos. A adolescente, que estudava no Colégio Estadual Padre Manuel da Nóbrega, morreu na madrugada desta sexta-feira (19), após ser internada em um hospital da cidade com fortes dores de cabeça.

A família confirmou que ela foi diagnosticada com meningite pelo hospital onde estava internada e o material coletado da jovem foi encaminhado para análise do Laboratório Central do Paraná (Lacen), que ainda irá confirmar o diagnóstico local.

Colegas da escola e familiares usaram as redes sociais para se despedir e lamentar o falecimento da jovem que está sendo velada em sua própria casa, que fica localizada na avenida Rio Grande do Norte, em frente à Igreja Rainha dos Apóstolos, próximo à praça Xetás.

A doença

A meningite é uma inflamação das meninges, que são as membranas que envolvem o cérebro. Existem diversos tipos de meningite, e para cada um deles há causa e sintomas específicos.

A maioria dos casos de meningite é provocada por vírus ou bactérias, mas a doença também pode ser transmitida via fungos. Outros fatores também podem desencadear num quadro de meningite, como alergias a determinados medicamentos, alguns tipos de câncer e também inflamações.

Causas

A causa da meningite varia de acordo com o tipo. A mais comum das meningites é aquela causada por vírus, mas há casos também da doença provocada por bactérias. Menos comum, a meningite causada por fungos também pode surgir.

A meningite viral pode ser causada por diversos tipos de vírus e é a forma mais comum e menos perigosa de meningite, pois muitas vezes nem exige tratamento. Os vírus causadores da meningite podem ser transmitidos via alimentos, água e objetos contaminados e são mais comuns entre o fim do verão e o começo do outono.

Meningite bacteriana é a mais grave de todas. Ela ocorre geralmente quando a bactéria entra na corrente sanguínea e migra até o cérebro. Pode acontecer, também, de a doença ser desencadeada após uma infecção no ouvido, fratura ou, mais raramente, após alguma cirurgia. Existe mais de uma bactéria capaz de transmitir a doença.

Prevenção 

Entre as medidas para evitar a meningite estão: evitar aglomerações, manter os ambientes o mais ventilados possível e ter atenção com a higiene, principalmente durante o inverno, pois a transmissão é por via respiratória (tosse e espirros). A bactéria pneumococo, por exemplo, se aloja entre o nariz e a garganta. 

Deixe seu Comentário