Francisco Alves, Moreira Sales e Japurá enfrentam epidemias de dengue

Francisco Alves, Moreira Sales e Japurá enfrentam epidemias de dengue

A Secretaria de Estado da Saúde anunciou nesta terça-feira (02) o aumento de casos de dengue no Paraná com 2.023 casos confirmados, contra 1.522 da semana passada. O aumento é de 501 casos registrados.

Dos casos confirmados, 1.926 são autóctones, adquiridos no município de origem, e 97 são “importados", ou seja, as pessoas contraíram a doença fora da cidade onde residem.

Na região de Umuarama, a situação mais preocupante, considerada epidêmica, é a de Francisco Alves, que registrou 74 casos autóctones. Icaraíma apresenta 4 casos, Umuarama 4, Altônia 2 e Xambrê 1.

Outras cidades do noroeste enfrentam epidemias. Japurá, que pertence à 13ª Regional de Saúde (Cianorte), computa 82 registros autóctones, e Moreira Sales, integrada à rede de Campo Mourão (11ª), apresenta 42 confirmações. 

“O combate ao mosquito transmissor da dengue segue em todas as regiões. A Secretaria está ampliando a vigilância para a eliminação de focos e criadouros do Aedes aegypti. Estamos nos reunindo com prefeitos para a definição de estratégias diferenciadas para os municípios”, afirmou o secretário Beto Preto.

Além do fumacê, reuniões com moradores para orientações e mutirões de limpeza, as equipes da Secretaria estendem a busca em cisternas e fossas abandonadas.

As condições de infestação no Paraná atingem 82,45%, com ocorrências em 329 municípios. O Laboratório de Climatologia da Universidade Federal do Paraná informa que o período do outono ainda continua favorável à proliferação no mosquito.

Londrina (542), Foz do Iguaçu (120), Uraí (120) e Cascavel (102) são regiões com as epidemias mais agudas e devem ter ações de combate reforçadas a partir desta quarta-feira (3).

Fonte: O Bemdito

Deixe seu Comentário