Governador confirma R$ 32 milhões para a área da saúde

Governador confirma R$ 32 milhões para a área da saúde

O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou nesta segunda-feira (25) o repasse de R$ 32 milhões para custear programas da área da saúde do Paraná. Os recursos serão destinados ao programa de apoio aos hospitais públicos e filantrópicos que atendem pelo SUS (Hospsus), programa de Qualificação da Atenção Primária à Saúde (Apsus), Samu, núcleos de apoio à saúde da família, incentivo de custeio à oncologia, centro de atenção psicossocial e política nacional de atenção integral à saúde das pessoas privadas de liberdade.

O anúncio foi feito durante a solenidade que formalizou a posse do médico Beto Preto na Secretaria de Estado da Saúde. Os recursos regularizam repasses que estavam defasados e serão repassados pelo Fundo Estadual para os Fundos Municipais de Saúde. Essas transferências, na modalidade Fundo a Fundo, estão sendo organizadas por meio da nova regra de financiamento, assinada pelo governador Ratinho Junior e pelo secretário Beto Preto na cerimônia de posse.

O governador afirmou que os recursos atendem necessidades de uma área prioritária para o Estado. “Temos parceria com hospitais filantrópicos, hospitais públicos municipais e estadual e, também, com as secretarias municipais de saúde para melhorar o primeiro atendimento, aquele das unidades básicas”, disse o governador. "Liberamos R$ 32 milhões para diversas áreas e equipamentos. Objetivo é poder realizar de forma constante e otimizar o dinheiro público”, destacou.

DEVER DE CASA – Uma nova portaria criou duas contas em cada município, uma de custeio e uma de investimento. Até então os municípios precisavam acessar várias contas para chegar até a liberação das verbas do Estado.

“Fizemos esse dever de casa. A partir da Resolução 74/2019 estamos colocando esse dinheiro à disposição dos prefeitos e de todas as entidades que se sustentam com esses recursos”, afirmou o secretário Beto Preto.

PRIORIDADES - Ratinho Junior afirmou que as diretrizes para a gestão são investimento em tecnologia, regionalização do atendimento e atenção prioritária às pessoas. “Essa é uma área extremamente importante. Temos o desafio de fazer com que a Saúde esteja mais próxima da população e regionalizar ainda mais o atendimento em especialidades. Esse é o grande problema de municípios: as pessoas têm que andar 100, 200, até 300 quilômetros para consultas”, declarou.

Ele afirmou que o Governo do Estado vai evitar o deslocamento excessivo de ambulâncias com a regionalização e buscará formas de integrar ainda mais os serviços.

“Temos que avançar naquilo que já foi feito e pensar em novas tecnologias para a Saúde. O secretário Beto Preto vem com esse desafio. Queremos inovar, repensar a máquina pública. O mundo se transformava a cada 100 anos. Hoje se transforma de ano em ano ou meses e temos que acompanhar”, afirmou.

TRANSPARÊNCIA E INTERAÇÃO – O secretário Beto Preto destacou a transparência como plataforma de interação com a população e a necessidade de melhorar os consórcios intermunicipais de saúde.

 “Vamos lutar pela construção de um sistema único de saúde que possa levar carinho e atendimento às pessoas, perto de onde elas moram. Vamos falar com transparência. Esse é o compromisso do governador. Vamos garantir serviços mais perto das casas das pessoas e criar uma rede de assistência para contemplar todas as regiões”, afirmou.

VACINAS - O secretário também destacou que o Governo do Estado trabalha para incentivar a vacinação em todas as faixas etárias. “Temos feito conversas com muito respeito com o governo federal. Estamos remanejando as regionais para que não falte aporte da imunização contra a meningite e outras doenças. Vacinar é um ato de amor. Vem aí a campanha da vacinação da gripe e é preciso colocar as cadernetas em dia.”

TRAJETÓRIA - Carlos Alberto Gebrin Preto tem 51 anos e é médico formado pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Tem especialidades em Medicina Nuclear (Instituto Rio Preto/SP); Medicina do Trabalho; Medicina do Trânsito (USP) e Medicina Legal e Perícias Médicas (Santa Casa de São Paulo). Foi prefeito de Apucarana e secretário municipal de Saúde da cidade. Também foi o primeiro Ouvidor Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), no Ministério da Saúde.

PARTICIPAÇÕES - Estiveram presentes no encontro o vice-governador Darci Piana; os secretários Guto Silva (Casa Civil), Márcio Nunes (Desenvolvimento Sustentável e Turismo) e Norberto Ortigara (Agricultura e Abastecimento); os deputados federais Aliel Machado, Leandre e Toninho Wandscheer; os deputados estaduais Alexandre Amaro, Alexandre Curi, Arilson Chiorato, Artagão Júnior, Boca Aberta Júnior, Cobra Repórter, Coronel Lee, Cristina Silvestri, Dr. Batista, Delegado Jacovós, Emerson Bacil, Galo, Gilson de Souza, Homero Marchese, Luiz Fernando Guerra, Marcel Micheletto, Márcio Pacheco, Nelson Luersen, Paulo Litro, Soldado Adriano José, Soldado Fruet e Wilmar Reichembach, além de autoridades municipais, estaduais e representantes do Conselho Regional de Medicina, Associação Médica do Paraná, Federação dos Hospitais, e Conselho Estadual de Saúde



Saiba mais sobre o trabalho do Governo do Estado em:
http:///www.facebook.com/governopr e www.pr.gov.br

Deixe seu Comentário