Justiça nega habeas corpus a João de Deus

Justiça nega habeas corpus a João de Deus

A liminar que pedia o habeas corpus do médium João de Deus foi negada pela Justiça. Com isso, o líder religioso permanece preso em Aparecida de Goiânia, Goiás. A defesa argumentou quanto ao estado de saúde e a idade do médium e pede que ele cumpra a pena em casa. Com a negativa, a defesa agora aguarda o julgamento do mérito da questão, que deve ser decidido somente após o recesso do Judiciário. O médium é acusado de estupro, estupro de vulnerável e violação sexual mediante fraude. Quase 20 policiais entraram ontem na casa do médium em Abadiânia à procura de documentos e informações que esclareçam dúvidas sobre a investigação a respeito das denúncias de abuso sexual.

Deixe seu Comentário