Operação Verão terá 80 dias e 2.200 profissionais em ação

Operação Verão terá 80 dias e 2.200 profissionais em ação

Com início em 21 de dezembro e término em 10 de março, uma semana após o Carnaval, a Operação Verão será uma das mais longas, com duração de 80 dias – 24 dias a mais que a última edição.

Serão destacados 2,2 mil profissionais para reforçar o atendimento no litoral e na costa oeste, dos quais 1,4 mil são agentes da segurança pública. Haverá profissionais das áreas da saúde, saneamento, limpeza das praias, Detran, Meio Ambiente e Copel.

As forças de segurança vão atuar de forma preventiva para evitar a incidência de crimes durante a temporada, integrando reforços da Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Científica e agentes de trânsito, de forma integrada com o Ministério Público e o Judiciário.

Serão instalados 89 postos de guarda-vidas na costa litorânea, incluindo dois novos postos na Ilha do Mel. A partir do dia 21, os guarda-vidas atenderão diariamente, das 8h30 às 19h30. Com o fim do horário de verão, na segunda semana de fevereiro, o período de atendimento muda, para 9 horas até as 18 horas. Também serão disponibilizados postos móveis para atender os municípios de Morretes e Antonina.

Para saber a localização dos postos guarda-vidas, os veranistas podem baixar gratuitamente o aplicativo para dispositivos móveis do Corpo de Bombeiros do Paraná. A ferramenta vai também emitir alertas de raios, chuvas, vendavais e cabeças d’água (para os rios). O usuário recebe os avisos até 1h30 antes de uma ocorrência no local onde ele está.

A Copel Telecom vai disponibilizar 118 pontos de internet móvel (Wi-fi) em todos os municípios do litoral. A companhia também vai instalar em Matinhos e Guaratuba a Estação Copel, que contará com totens de autoatendimento, além de outras atividades, como a bicicleta e o patinete elétricos e demonstrações do uso de placas fotovoltaicas para a geração de energia.

Deixe seu Comentário