VOANDO BAIXO PRF flagra motociclista trafegando a 217 km em Francisco Alves

VOANDO BAIXO PRF flagra motociclista trafegando a 217 km em Francisco Alves

Balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) nesta segunda-feira (19) aponta que 15 pessoas morreram nas estradas federais que cortam o Paraná neste feriado prolongado da Proclamação da República. Além dos mortos, foram registradas 116 pessoas feridas em 115 acidentes.

Novamente o excesso de velocidade chamou a atenção. Foram, segundo o balanço, 11.834 motoristas foram flagrados por estarem acima do limite de velocidade, entre eles um motociclista trafegando a 217 quilômetros por hora na BR-272, em Francisco Alves. Foram ainda 439 ultrapassagens proibidas e 74 motoristas dirigindo sob efeito de bebidas alcoólicas.

Em 42 abordagens, crianças eram transportadas sem cadeirinha ou outro equipamento de retenção adequado à faixa etária. Foram aplicadas ainda 70 autuações por dirigir manuseando o telefone celular.

O total de 11.834 autuações de excesso de velocidade equivale a um flagrante a cada 36 segundos, aproximadamente.

Mortes do trânsito

As 15 mortes registradas pela PRF aconteceram em dez acidentes. O caso mais grave ocorreu na BR-277, em Santa Tereza do Oeste, no final da tarde de sábado (17). Todas as cinco pessoas que estavam em um automóvel Chevrolet Onix morreram em uma colisão frontal. Por algum motivo ainda desconhecido, o veículo invadiu a faixa contrária e bateu de frente contra um caminhão.

Todas as 15 mortes ocorreram em situação de pista seca. Treze delas, em trechos de reta. Sete pessoas morreram em colisões frontais. Dos dez acidentes fatais, cinco foram registrados no domingo (18). Oito mortes ocorreram em rodovias de pista simples; as outras sete, em trechos duplicados.

Operação Proclamação da República no Paraná (2018)

– 15 mortos;

– 116 feridos;

– 115 acidentes;

– 11.834 flagrantes de excesso de velocidade;

– 74 motoristas bêbados;

– 439 ultrapassagens proibidas;

– 42 crianças sem cadeirinha;

– 70 autuações por uso de celular;

– 315 veículos recolhidos (por diversas irregularidades).

 
 

Fonte: Tribuna

Deixe seu Comentário