Homem que matou namorada a facadas é condenado a 17 anos

Homem que matou namorada a facadas é condenado a 17 anos

Aguinaldo Capistano foi condenado a 17 anos de prisão em regime fechado pela morte da ex-namorada, Nágela Érica Guinzani, a facadas, em fevereiro do ano passado.

O Tribunal do Júri refutou o argumento da defesa, de que o réu não tinha a intenção de cometer o assassinato, e Capistano foi condenado por homicídio triplamente qualificado.

A sentença foi proferida pelo juiz Adriano Cesar Moreira no início da noite desta segunda-feira (22). 

O crime

Prevaleceu a argumentação acusatória, segundo a qual o réu agiu premeditadamente e com frieza. Na mesma noite em que o relacionamento foi encerrado, Capistano surpreendeu Nágela em sua residência, no jardim Irene, no instante em que ela desceu do carro para abrir o portão. A vítima recebeu três golpes e morreu no local.

O sentenciado já contava com condenações por lesões corporais, Maria da Penha e tentativa de homicídio.

Fonte: O Bemdito.

Deixe seu Comentário